Tempo gasto, tempo feito

Tempo gasto, tempo feito

O que é o tempo?

Seria “o jeito que a natureza deu para não deixar que tudo acontecesse de uma vez só”, como afirmava John Wheeler?

Ou “uma ilusão. A distinção entre passado, presente e futuro não passa de uma firme e persistente ilusão”, segundo Albert Einstein?

Tempo. Tempo que o tempo dá. Tempo que o tempo tem. Tempo que o homem faz. Tempo que o método traz. Tempo que a energia contém!

Realização poderia ser descrita pela equação: Realização = Conhecimento x Tempo x Energia do homem.

Dessa forma, o tempo seria algo totalmente relativo. Para alguns, o dia teria vinte e quatro horas, para outros iria ao infinito. A interpretação do dia não teria a ver com segundos, minutos, horas, e sim com uma relação direta com a energia. Imagine, então, agregar energia de terceiros a esse processo!

O homem, mantida a energia, será produtivo…

Este texto nasceu enquanto eu escovava os dentes, pela manhã, e pensava nas tarefas do dia. Quantos artigos deixei de escrever por não tê-los registrado tão logo tomavam forma em minha mente. Sou daquelas pessoas que as ideias vêm em forma de enxurrada. Parecem que muitas já estavam prontas há muito tempo.

A dificuldade sempre é a concretização do registro. A fala e a escrita são mais lentas que o pensamento. Dizem que a velocidade é pelo menos cinco vezes menor. Enquanto estamos realizando uma tarefa, a mente trabalhando vai dando formas a outras ideias, não? Isso cria dificuldades adicionais!

Bom por um lado, ruim, por outro. Afinal, às vezes, a confusão mental se instala.

Nossa produção será tanto maior e melhor, quanto mais método tivermos. Talvez devêssemos incluir esse fator na equação, como um percentual de zero a cem.

A equação com essa tratativa ficaria: Realização=Conhecimento x Tempo x Energia x Método.

Método faz uma diferença enorme, pois dá outra dinâmica ao processo e ao uso do tempo.

Sentado sem fazer nada, o tempo será gasto. Aplicado, começa a gerar resultados. Quando aplicado com disciplina e foco, os resultados, então, são surpreendentes!

Essa é a razão pela qual encontramos pessoas incrivelmente produtivas, embora não pareçam brilhantes, e outras com mentes invejáveis, mas que produzem muito pouco. Em alguns países diz-se acreditar mais em trabalho duro do que em talento.

Disciplina é interessante, contudo método é determinante. O que fazer, como fazer, quando fazer estabelecem ordem, dão rumo, criam foco!

Um exemplo simples, mas interessante: tomar aquele cafezinho, fazendo o trabalho, não permite saborear o café, nem dar o andamento correto à tarefa. No fim, acabamos com a papelada manchada e o teclado grudento.

Nossos dias são cheios de tempo gasto e tempo feito. Tempo feito, aquele gerado pelo nosso poder de transformação, produto da energia aplicada com método.

O aumento da produtividade é obtido com conhecimento aplicado. Investir nossa energia, com método, no aprendizado é fundamental. Reduz-se o caminho para o domínio de novas áreas.

Quem despreza educação e cultura, não terá chances de grandes realizações.

Sucesso é uma longa estrada, que inicia com o nome de conhecimento e termina com o nome de concretização!

Ivan Postigo

Diretor de Gestão Empresarial

Articulista, Escritor, Palestrante

Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

Twitter: @ivanpostigo

Skype: ivan.postigo

Resumo

Tempo. Tempo que o tempo dá. Tempo que o tempo tem. Tempo que o homem faz. Tempo que o método traz. Tempo que a energia contém!

Comente com Facebook

Ivan Postigo

Deixe uma resposta

Next Post

Buscar profissionais certos ou treinar certos profissionais?

seg dez 1 , 2014
Buscar profissionais certos ou treinar certos profissionais? Há um ditado que diz que ”nós não nos especializamos, alguma coisa é que se especializa em nós”. É verdade que algumas pessoas mergulham em determinados assuntos e com isso ganham incrível domínio, outras são levadas para certas áreas e se tornam especialistas. […]

Criação de Sites
Apenas mensalidades já com a hospedagem

Slider