Teatro Positivo é indicado para prêmio internacional de arquitetura

Projeto, que completa 10 anos em 2018, foi inspirado no Teatro Grego Epidaurus

O Teatro Positivo foi indicado ao prêmio Obra do Ano 2018, do renomado site especializado em arquitetura, ArchDaily. Além do Teatro, concorrem ao prêmio outros dois projetos do Grupo Positivo: o Colégio Positivo Internacional e a Biblioteca Central da Universidade Positivo.

Esta é a segunda edição do prêmio, que visa reconhecer e premiar os projetos que causaram o maior impacto no meio arquitetônico em países de língua portuguesa. Entre a seleção inicial estão centenas de projetos oriundos do Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Os vencedores são escolhidos por votação popular no site http://oda.archdaily.com.br/br/2018. A primeira etapa, de definição dos finalistas, acontece até o dia 20 de março. Os 15 projetos com o maior número de nomeações avançarão para a etapa de votação, que encerra no dia 27 de março.

A Biblioteca Central e o Grande Auditório do Teatro Positivo concorrem na categoria Arquitetura Cultural, e o Colégio Positivo Internacional, na categoria Arquitetura Escolar. Os três projetos são de autoria do arquiteto Manoel Coelho, conhecido por ações no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC) de Curitiba, além de prêmios e participações em eventos de arquitetura nacionais.

O Teatro Positivo, que completa 10 anos no dia 29 de março, foi inspirado no Teatro Grego Epidaurus, do século IV a.C., e é mundialmente conhecido por oferecer aos espectadores visão e audição perfeitas em qualquer lugar da plateia. Entre as principais características, pode-se destacar as coxias amplas, varas móveis, cabines de som, luz, projeção e tradução. Além disso, o espaço tem capacidade para 2.400 espectadores e é considerado um dos maiores teatros do Brasil. O edifício é composto de três grandes volumes que se relacionam e definem claramente os principais setores do teatro: foyer, plateia e palco. O revestimento externo contrasta e alterna o uso de concreto, vidro e pastilhas cerâmicas brancas com o arenito vermelho, pedra típica do Paraná. No palco, suas dimensões e completa infraestrutura cênica, incluindo fosso móvel para orquestra, possibilitam qualquer tipo de espetáculo – teatro, dança, orquestra, ópera, shows, palestras, formaturas, etc.

 

Sobre o Grupo Positivo

O Positivo nasceu há 45 anos, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua (Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica), graças à qualidade de seus serviços e produtos. Na área de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior – Graduação (Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia), Especialização, Mestrado e Doutorado. Mais de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Escolas de mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Tecnologia, a maior fabricante brasileira de computadores. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, tem filiais e representações em todo o Brasil e atende clientes no exterior. Na área cultural, conta com sete espaços destinados a eventos e exposições (Expo Renault Barigui, Teatro Positivo – Pequeno Auditório, Teatro Positivo – Grande Auditório, Expo Unimed Curitiba, Estação Eventos, Espaço Thá e Laboratório de Inovações Gastronômicas). O Grupo Positivo conta ainda com o Instituto Positivo, com foco em centralizar e potencializar as ações de responsabilidade social e investimento social privado das suas empresas e unidades educacionais.

 

Sobre Manoel Coelho

Formou-se em 1967, com a primeira turma do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná. Participou desde o início do processo de Planejamento Urbano de Curitiba, como estagiário do IPPUC – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, depois como arquiteto da equipe técnica e posteriormente como técnico consultor, desenvolveu uma série de projetos para a Cidade. Projetou as instalações da Universidade Positivo, com 15.000 alunos, em uma área de 440.000,00 m², que abriga os edifícios didáticos, esportivos, o Teatro Positivo e o ExpoUnimed Curitiba. Proferiu palestras em várias cidades brasileiras e em alguns países; foi homenageado na 5 ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo com Sala Especial e recebeu vários prêmios, destacando-se pelos projetos na 3 ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo; Selo de Excelência na 2ª Bienal Brasileira de Design e o Grande Prêmio pelo Conjunto da Obra no XV Congresso de Arquitetos Oscar Niemeyer, em 1997.

Views All Time
Views All Time
112
Views Today
Views Today
1
Facebook Comments