Parceria entre Instituto Integral e Orquestra Sinfônica de Campinas estreia com concertos nos dias 16 e 17 de março

União estreia o programa Integral Cultural, que tem por objetivo levar conhecimento artístico ao público jovem

O Instituto Integral lança nas noites de 16 e 17 de março o programa Integral Cultural com uma parceria e uma apresentação de peso: a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC), que ao mesmo tempo em que inaugura a iniciativa com dois concertos gratuitos na unidade escolar do Alphaville é associada ao projeto do Instituto. A união das duas instituições tem o objetivo de fortalecer o acesso do público jovem e suas famílias à música erudita e atrair a juventude que está se formando culturalmente com o oferecimento de atividades artísticas de qualidade.

Para o diretor-executivo da OSMC, Luiz Coradazzi, o convite para o concerto feito pelo Instituto Integral encurtou caminhos: “estávamos prestes a iniciar a busca por uma instituição escolar para que desenvolvêssemos uma programação pautada na educação e na cultura voltada aos jovens. A convergência de filosofias entre a orquestra e o Instituto Integral foi uma feliz coincidência, culminada com muitos anseios e planos em comum”, explica Coradazzi.

Os concertos apresentados pela OSMC na unidade Alphaville do Colégio Integral têm a regência do maestro titular Victor Hugo Toro e participação da solista Raissa Amaral (soprano). No dia 16, sexta-feira, a apresentação começa às 20h e, no sábado, inicia às 18h. O programa é o mesmo nas duas noites e a entrada é gratuita.

 

Integral Cultural

O Integral Cultural é um dos segmentos do Instituto Integral e prevê o incentivo e difusão de diversas correntes e manifestações artísticas e intelectuais. A meta é contribuir para a valorização não apenas da cultura campineira, mas da diversidade, complexidade e heterogeneidade brasileira.

De acordo com Falco, o programa visa tornar o Instituto Integral promotor e fonte de inspiração para a criatividade, sensibilidade e talento de pessoas e grupos. Para isso, promove o convívio comunitário, estimula a manifestação da livre expressão cultural e inova por meio de ações educativas. “Queremos explorar a estreita relação entre educação e cultura conectando suas múltiplas competências”, argumenta.

Falco enfatiza que o programa destaca ainda outros valores como responsabilidade social e respeito à diversidade porque democratiza o conhecimento e promove o exercício da cidadania.

Serviço

Estreia do Programa Integral Cultural

Concerto especial da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, parceira do programa

Regente: Victor Hugo Toro

Participação da solista: Raissa Amaral (Soprano)

Datas: dias 16 e 17 de março

Horários: 20h na sexta-feira e 18h no sábado

Local: Integral Alphaville

Endereço: Rua Embiruçu, 43 Alphaville, Campinas

Entrada: gratuita

Programa

Regente: Victor Hugo Toro

Solista: Raissa Amaral (Soprano)

  1. V. Suppé – Abertura A Cavalaria Ligeira (8´)

Ch. Gounod: Romeo e julieta, “je veux vivre” (4´)

  1. Gomes: Preludio “se sa minga” (7´)
  2. Donizetti: Lucia de Lamermoor, Regnava nel silenzio (8´)
  3. Mascagni: “Cavalleria rusticana”, Intermezzo (4´)
  4. Verdi: Rigoletto, caro nome (5´)
  5. I. Tchaikovsky: Polonesa de “Eugenio Oneguin” (4´)

Ch. Gounod: Faust, “Jewel aria” (5´)

  1. Rosas: Sobre las olas, valsa (7´)

Bis: J. Strauss: Marcha Radetsky (4´)

Sobre o Instituto Integral

O Integral nasceu em Campinas, em 1980, com o Curso Integral, fruto da iniciativa de um conjunto de estudantes universitários egressos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, o ITA.

Desde então, uma ideia orienta aquele que é um dos maiores grupos educacionais do interior de São Paulo: a formação global, do aluno e do indivíduo, com o intuito de preparar para a universidade e para a vida. Busca o equilíbrio entre o prazer no aprendizado e a exigência nos resultados. Desenvolve, assim, a curiosidade e o espírito crítico, a autonomia e a responsabilidade.

O Integral é destaque na área educacional na Região Metropolitana de Campinas, cidade que concentra um dos maiores polos tecnológicos e econômicos do País, com grandes e excelentes universidades, além de empresas de alta tecnologia. Em Campinas, o Integral tem três unidades, Paineiras, Alphaville e Parque Prado. O Instituto está presente também em Paulínia e Vinhedo.

Views All Time
Views All Time
152
Views Today
Views Today
1
Facebook Comments