Fim das falhas na autoestima

Tratamentos contra a queda de cabelo devolvem a vaidade às mulheres

Perder até 100 fios de cabelo ao longo do dia parece muito, mas é normal. Isso porque nosso fio tem um ciclo composto por três ciclos: a anágena, que é a fase do crescimento e dura de três a cinco anos; a catágena, período de cerca de três semanas em que os fios param de crescer, e a terceira é a telógena, justamente a etapa de queda. Mas quando os fios caem entre a primeira e a segunda fase é preciso ficar alerta. Segundo dados da Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, a queda de cabelo acomete cerca de 25% das brasileiras entre 35 e 40 anos e 50% daquelas com mais de 40 anos. No caso dos homens, de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração de Cabelo, 40% sofrem com isso antes dos 35 anos.

Para saber se todo o processo foi completado, basta observar o fio. O branquinho da ponta, diferente do que muita gente acha, não é a raiz, mas a mucina, que prende o cabelo no folículo. Quando ela cai junto, é sinal de que o ciclo foi interrompido antes da hora e as possíveis causas deste problema são diversas. A Dra. Vanessa Penteado, da Clínica Pantheon, observa que a queda de cabelo pode se dar por um simples estresse ou até por mudanças hormonais e no metabolismo, o que justifica boa parte dos casos de mulheres que apresentam o problema. “Essas alterações podem ocorrer durante a gravidez ou parto devido à irregularidade no uso de pílulas anticoncepcionais e também na menopausa”, completa Vanessa.

Outras causas como anemia, deficiência de ferro e alterações da tireoide podem provocar a perda dos cabelos nas mulheres, porém a manifestação ocorre de forma diferente, também provocando rarefação mais difusa dos fios, sem o afinamento característico da alopécia androgênica, que é a calvície. Doenças reumatológicas, como lúpus eritematoso sistêmico, ou infecciosas, como sífilis, também podem causar a queda, por isso cada paciente deve ser examinado com atenção.

Tratamentos

Dependendo da causa da queda, é possível prevenir o problema. Segundo a Dra. Vanessa, é preciso lavar o cabelo com água morna e produtos adequados ao seu tipo de fio e couro cabeludo e até prestar atenção na escova utilizada. “Cabelos encaracolados e espessos requerem cerdas espaçadas, que podem ser naturais ou de nylon. Já aos cabelos finos e lisos o adequado são cerdas naturais e mais apertadas”, explica a médica, que recomenda também pentear com suavidade e usar o secador o mínimo possível e a pelo menos 15 centímetros da cabeça. Alimentar o seu cabelo por dentro, privilegiando alimentos como salmão, vegetais de folha escura, feijões e lentilhas, frutos secos e suplementação vitamínica também são uma forma de prevenção, porém existem casos em que a única alternativa é remediar.

Após avaliação médica minuciosa e análise de exames laboratoriais, a Dra. Vanessa Penteado consegue diagnosticar a causa da queda de cabelo e montar o protocolo ideal, mesclando diversos tratamentos a fim de reverter as falhas capilares, que derrubam a autoestima feminina:

– Intradermoterapia

Um dos tratamentos é a Intradermoterapia, em que ativos dermatológicos são infiltrados no couro cabeludo com uma agulha. O procedimento, indicado principalmente para alopecia androgenética e eflúvio telógeno, envolve cerca de 10 sessões, que demoram 15 minutos cada, e os resultados começam a aparecer em dois meses.

– Microagulhamento com Radiofrequência

Este tratamento é realizado com uma plataforma de laser e deve ser associado à aplicação de ativos. Segundo a Dra. Vanessa Penteado, o microagulhamento com radiofrequência também é eficiente para casos de alopecia androgenética e eflúvio telógeno e após cerca de 10 sessões, pode-se aguardar pelos resultados. “Em dois meses a queda é interrompida e em mais três ou quatro meses é possível observar o crescimento de novos fios”, ressalta a médica.

– Carboxiterapia

O terceiro tratamento disponível na Clínica Pantheon realiza a infiltração de CO² no couro cabelo, estimulando a irrigação sanguínea no local.

– LED

O tratamento realizado com laser de baixa potência, associado a outras técnicas, tem apresentado excelentes resultados. Com duração de cerca de 30 minutos a sessão, o procedimento é indicado para todo tipo de queda.

 

Serviço

Dra. Vanessa Penteado    (CRM 95309)

Pantheon Jaguariúna

Rua Ceará, 39, bairro Dom Bosco

Telefone: (19) 3867-4885

Pantheon Campinas

Endereço: Avenida Jesuíno Marcondes Machado, 590, bairro Nova Campinas

Telefone: (19) 3203-4885

Informações: http://clinicapantheon.com

Informações à imprensa: Kátia Nunes/ Diana Siquelero/ Bianca Massafera (19) 3295-7000/ (19) 99751-0555 e comunicacao@antoniamariazogaeb.com.br

 

 

 

 

Views All Time
Views All Time
172
Views Today
Views Today
1
Facebook Comments