Um pedaço de Milão no Brasil

Em 2013, Claudio Roberto Fernandes Júnior, 26, estava em uma feira de Milão, para adquirir vitrines para a Romana. Foi lá que encontrou um formato incrível de foccaceria e não teve dúvida: trouxe o modelo para o Brasil. Assim nasceu Piazza, marca que traz a força da família Fernandes como alicerce.

Foccacia nada mais é do que um pão de origem italiana (Gênova), achatado (com no máximo 2 centímetros de altura) e macio, em geral coberto com sal grosso, azeite e alecrim. Na Itália, a foccaccia é consumida tanto no desjejum, como aperitivo ou antepasto. “Lá o pessoal come sem recheio. Para o Brasil, trouxe uma adaptação, com 14 opções de recheios que agradam ao paladar dos brasileiros”.

Aberto em 2014 no antigo Viracopos – hoje com unidade no Novo Terminal, na área de embarque – a Piazza deu tão certo que recebeu, em menos de um ano, 18 ofertas na franquia. Não demorou muito para a marca expandir seus serviços e oferecer também pizzas para os clientes.

Visão empreendedora

A Piazza não é a primeira empresa de Cláudio Filho. O empresário já teve dois restaurantes japoneses e hoje administra em sociedade com o irmão Filipe Fernandes o “Dona Terezinha”, um restaurante de culinária brasileira voltada para o universo da gastronomia saudável.
Sobre ter uma visão empreendedora como o pai, Claudio Roberto Fernandes – nome por trás de grandes marcas como Romana e Big Jack -, o jovem comenta que sempre recebeu muito apoio familiar. “Não sei se peguei o gosto com o tempo ou se herdei, mas eu gosto muito do que faço, adoro esse setor de alimentação, sempre busco oferecer coisas novas para os clientes, assim como meu pai, que me ajuda muito. Eu costumo dizer que tenho um professor em casa”, comenta.
Para o futuro, o empresário planeja abrir duas franquias da Piazza nos aeroportos de Fortaleza e Brasília, além de continuar as negociações com futuros franqueados interessados em adquirir a marca.

 

 

Views All Time
Views All Time
373
Views Today
Views Today
1
Facebook Comments